26 maio, 2010

Poesias para a Alma - Ficante

Por Evandro Luiz Santin
Fiquei a conhecendo
fiquei interessado
fiquei mandando mensagem
fiquei encantado
fiquei com ela.

Hoje estou
ficando cansado
ficando calado
ficando perto do fim
e ela longe de mim

Se eu não mudar
ficarei triste
ficarei só
e em minha insignificância
restar-me-á mais uma vez
o carbono do cilindro para rasgar
o nú de mais uma folha de papel

2 comentários:

SBKAUER disse...

Gostei!

Márcia Francelino disse...

como sempre o Evandro arrasou nesta poesia. Parabéns meu querido amigo.