10 dezembro, 2011

Só quem tá longe entende ...

Inevitável molhar as maçãs do rosto com água salgada que rola fácil ...

02 dezembro, 2011

Quanto mais conheço os homens, mais eu amo os cachorros.



Como pode uma criatura olhar para esse olhar amendoado e ainda ter coragem de ferir um bichinho desses??
Como pode uma criatura que deveria ser soberana sobre as criaturas de Deus, ferir ao indefeso por lucro??

 ...

08 novembro, 2011

Você chama isso de relacionamento?


Acabei de dar uma espiada na minha caixa postal de emails. Concentrei a atenção nos emails recebidos. A lista é imensa, classificadas em categorias do tipo:
. não lidos
. lidos e esquecidos
. lidos e com resposta pendente
. não sei porque ainda estão aqui
. não faço ideia do que se trata
. não sei quem é essa pessoa
. o que é que eu tenho a ver com isso
. meu Deus do céu, como deixei passar isso
dentre outras.


A maioria classificada na categoria:
. baixou, não posso ler ou responder agora, faço isso depois, esqueci porque baixaram mais, e agora não sei o que fazer com isso


Evidentemente me senti péssimo por deixar algumas pessoas sem resposta. Lamentei profundamente esse vácuo dos relacionamentos e comecei a pensar coisas do tipo:
. acho que isso já foi resolvido sem a minha ajuda
. cansou de esperar a minha resposta
. como será que as coisas se resolveram, se é que se resolveram
. será que ainda posso fazer alguma coisa
. o que é que as pessoas pensam de mim
. nossa, deve estar pensando que eu sou inacessível


O sentimento que me invadiu foi um misto de vergonha, culpa, e indignação. Na verdade um mistura de sentimentos que somados dá qualquer coisa muito ruím. Mas não me dei por vencido e me dediquei a fazer o que geralmente faço quando estou em apuros: pensar. 


Aprendi com Jesus: o antídoto contra a ansiedade é a reflexão – pare e pense, veja se o que você está sentindo é racional e justificável. Foi essa a recomendação que ele fez aos ansiosos: preste atenção nos passarinhos e nas flores, e veja se a sua ansiedade tem algum fundamento razoável, isto é, veja se faz sentido você se sentir desse jeito.


Foi então que me surgiram alguns insights, suficientes para que eu consiga ir para a cama um pouco mais leve, já que já passa das dez da noite e acabaram de chegar mais dezessete emails em minha caixa postal.


Considere comigo. Há apenas alguns anos, caso uma pessoa desconhecida ou de relacionamento distante desejasse falar com você, tal pessoa deveria (1) esperar até conhecer você pessoalmente e receber de você seu telefone de contato, momento quando você escolheria se iria informar o telefone particular ou de trabalho, ou (2) acessar você através de uma pessoa conhecida, um amigo comum por exemplo, ou então (3) fazer contato ligando no seu local de trabalho para encaminhar assuntos profissionais. Mas as redes sociais abriram um acesso de relações jamais imaginado e impossível de ser controlado.


O celular deixa você à distância de alguns toques no teclado e você recebe torpedos desnecessários com comentários bobos de gente que se julga íntima. O twitter (quem mandou ter twitter?) faz surgir em suas mentionscomentários do tipo “chupa @edrenekivitz” logo em seguida ao primeiro gol do Corinthians num jogo em que os gambás tomaram de 3. Desconhecido o remetente, não respondi, até porque não gosto de bater em bêbado.


Mas o sério mesmo é o email. Os maiores culpados são os caras que desconhecem o significado daquele CCo na terceira linha do cabeçalho doemail a ser enviado. Recebo um sem número de emails circulares com cópias abertas, e fico sabendo do email de um montão de gente com quem não tenho qualquer contato pessoal. Caso os emails coletivos fossem enviados com Cco, isto é, cópia oculta, minha privacidade e a dos meus pares seria protegida. Mas em tempos de www. privacidade é algo ultrapassado.


Outro dia mesmo eu estava almoçando na residência de uma família amiga e alguém me fotografou à mesa para postar no seu facebook ou twitter, sem a menor preocupação em saber se eu queria que minha vida privada fosse compartilhada com seus quatrocentos e vinte e sete “amigos”.


email e o twitter substituiram o contato pessoal. Isso signfica que antigamente o número de pessoas com quem teríamos algum contato que demandaria resposta cabia na agenda diária. Algo semelhante ao que acontece com os médicos. Você deseja uma consulta com o Dr. Fulano De Tal? Marque uma consulta. Caso ele não possa atender você nessa semana, aguarde o próximo horário disponível, pois o Dr. Fulano De Tal só consegue atender oito pessoas por dia. Mas imagine que o e-mail do Dr. Fulano De Talfosse público e que em média ele recebesse 40 mensagens de possíveis pacientes contendo relatos de situações pessoais com descrições de sintomas e histórico de exames e tratamentos aos quias já se submeteram. Imagine também que alguns desses constassem URGENTE no campoAssunto do cabeçalho do email. Certamente chegaria o dia quando o Dr. Fulano De Tal olharia sua caixa postal e se daria conta de centenas de mensagens pendentes não respondidas e algumas inclusive sequer lidas. E provavelmente seria invadido por um peso imenso, pensando no destino de cada um dos pacientes que fizeram contato virtual.
Foi o que aconteceu comigo hoje.

07 novembro, 2011

Passo a Passo 1 - Comunhão


Todos os dias, continuavam a reunir-se no pátio do templo. Partiam o pão em suas casas, e juntos participavam das refeições, com alegria e sinceridade de coração, louvando a Deus e tendo a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava diariamente os que iam sendo salvos. (Atos 2:46, 47 NVI-POR)

Tenho sido encantado pelo texto de Lucas a Teófilo, o livro de Atos dos Apóstolos ou do Espirito Santo, sempre preferi dos apóstolos, tenho receio de que ao usarmos como Atos do Espírito Santo venhamos nos esquecer do fator humano do mover na Igreja Primitiva, essa tendência a se divinizar tudo nos roubou o mais divino que temos o HUMANO. Atos do Espirito Santo por meio dos apóstolos. 


 Em um tempo não muito distante do hoje, me encantava com os milagres primitivos, depois foi a vez de me encantar com a eclesiologia primitiva e suas hierarquias espirituais e ministeriais. 


Hoje o que me entusiasma é a comunidade primitiva! 


O maior milagre em Atos está na comunidade, na forma como viviam os irmãos , ali não há oligarquias nem hierarquias muito menos protagonistas, há sim um corpo unânime que encantava quem a volta estava. Parece utópico. Fora do tempo, fora de nossa cabeça nada primitiva. Mas eis o grande desafio evangélico, o desafio da igreja, FORMAR COMUNIDADE! 


Estou em Fátima do Sul a onze anos, minha primeira igreja e o primeiro pastor da igreja. Impossível me esquecer do início... Quem me conhece sabe que a nostalgia não faz parte de minha alma, pelo contrário, tenho uma facilidade enorme de viver um novo tempo, porém nunca jamais ignoro a história, principalmente a minha para que no caminho da reflexão possa construir e reconstruir vida! 


Sem dúvida o início foi marcante em minha caminhada, em minha espiritualidade, e o inicio era muito simples, formávamos comunidade e vivíamos unidos adorando a Deus. Crescemos mais no início e não somente numericamente, crescemos em graça e paz. No caminhar nos perdemos e paramos de ser simples para sermos conceituais, paramos de dar exemplos e começamos a pregar exemplos, nos perdemos, mas em tempo nos alertou o Senhor e hoje buscamos o desafio da simplicidade da comunidade para construirmos vida. Voltamos a ter o gosto da comunhão, o milagre do desprendimento, do perdão, do carinho da proximidade com o próximo e temos tido o gosto de reconstruir a fé da família da fé. 


Não era fácil ser comunidade no império Romano, os desafios deles eram tão grandes ou maiores do que os nossos, e as comunidades primitivas de Atos não eram colônias de isolamento, porque o Evangelho não isola, o evangelho reforma, muda. 


Creio e tenho tido o coração cheio de esperança de que vamos conseguir, de que vamos construir a felicidade, já que ela não está presa à lugares, culturas ou épocas, vamos conseguir... O grande milagre de Deus através do Evangelho é nos fazer mais humanos e mais próximos, sendo assim que toda estratégia seja para formar igreja e não para gritar conceitos, mas para gerar comunidades.

Vamos juntos construir o Reino de Paz e Graça em Fátima do Sul ou por onde estivermos.




Luciano Gazola
 pastor da ALIA em Fátima do Sul.







*** 
Passo a Passo é uma coluna com pequenos fragmentos da palavra de Deus e a interpretação sugerida pelo Pr Luciano, com textos curtos e diretos, para fácil compreensão e fixação da Palavra de Deus.

Passado, presente, futuro ...



O pior é pensar que essa música é da década de oitenta, e como diz o vídeo faz 15 anos que o Renato partiu, e a música continua sendo original...

Genialidade do autor ou conformismo e imutabilidade do povo?

29 setembro, 2011

Cara chato ô!

Brinca comigo tio!
Pow, que cara mais sem coração, pobre do bichinho...
 ***


 Olha xaxa, a daffy!

28 setembro, 2011

The Village(2004) - Um olhar da filosofia sobre a Verdade (por Eduardo Gazola)

por Eduardo Gazola
Esse excelente filme de M. Night Shyamalan (mesmo autor do Sexto Sentido), 2004, trata entre os meandros da trama, sobre o conceito de verdade absoluta

O filme fala sobre um grupo de pessoas traumatizadas pela violência do mundo que resolve isolar-se em uma vila criada no meio de uma reserva florestal. Eles abdicam totalmente do convívio com o mundo, tanto de tecnologias quanto pessoas. 
Para garantir o sucesso de suas escolhas eles criam uma verdade que garanta o isolamento da vila. Quero que vocês assistam o filme e portanto não irei dar mais detalhes sobre a trama, cabe ressaltar o genial autor, diretor e produtor M. Night e a atuação de Adrien Brody e Bryce Howard (que faz uma jovem cega), aonde até peguei um gancho e experimentei rodar por dentro de casa com os olhos fechados tentando fazer as tarefas comuns sem o auxilio dos olhos, indico a experiência...

Mas o que realmente me motivou a escrever esse texto depois de ter visto 3 ou 4 vezes o filme, é sobre o senso de verdade abordado pelo filme e que também permeia nossa vida, ou ainda o que é e pode ser aceito por conhecimento.

Como definimos o que é verdade? 

22 setembro, 2011

Canto dos Livres - Cenair Maicá



Canto dos Livres - Cenair Maicá

Se meu destino é cantar, eu canto
Meu mundo é mais que chorar, não choro
A vida é mais do que pranto, é um sonho
Com matizes sonoros
Hay os que cantam desditas de amores
Por conveniência agradando os senhores
Mas os que vivem a cantar sem patrão
Tocam nas cordas do seu coração
Quem canta refresca a alma
Cantar adoça o viver
Assim eu vivo cantando
Prá aliviar meu padecer
Quisera um dia cantar com o povo
Um canto simples de amor e verdade
Que não falasse em misérias nem guerras
Nem precisasse clamar liberdade
No cantar de quem é livre
Hay melodias de paz
Horizontes de ternura
Nesta poesia de andar
Quisera ter a alegria dos pássaros
Na sinfonia do alvorecer
De cantar para anunciar quando vem chuva
E avisar que já vai anoitecer
E ao chegar a primavera com as flores,
Cantar um hino de paz e beleza
Longe da prisão dos homens, da fome
Prá nunca cantar tristeza
Quem canta refresca a alma
Cantar adoça o viver
Assim eu vivo cantando
Prá aliviar meu padecer


*** 

No cantar de quem é livre hay melodias de paz ... cantar adoça o viver.
E nós, nobres irmãos, livres que somos, há melodias de paz em nosso viver? 
A nossa alma está refrescada? 
Podem os outros ver em nós a liberdade conquistada na Cruz pelo Único Digno?

....

Por isso eu vivo cantando, pra adoçar meu padecer ... 


Já me chamaram de passarinho, pq vivo cantando, mas é que desde que fui livre da sentença de morte eu passei a viver as melodias de paz. 

Resolvi postar essa bela música de um artista lá da região de onde veio esses guris do blog, aproveitando a semana farroupilha, e lembrando que a nossa revolução já foi feita, e a nossa liberdade está garantida. 
Por isso cante meu irmão e minha irmã, adoce a vida dos seus com melodias de paz e alivie o padecer daqueles que ainda carecem da Esperança.

Mas bah tchê, não é que os guris são gaúchos mesmo!?


17 setembro, 2011

Não depois, mas enquanto - Ed René Kivitz

Não depois, mas enquanto

Tentar enxergar o sentido por trás das coisas é um exercício que consome muita energia e dá pouco resultado. Boa parte das conclusões a que chegamos não passa de especulação. Fazemos alguma coisa e esperamos que a gratificação venha depois, mas ela normalmente não vem. Acontece conosco, aconteceu com o Eclesiastes. Por quê? Porque a felicidade não é no depois: é no durante, é no enquanto.

A porta de saída desse enigma do Eclesiastes esta dentro do próprio texto: "Na verdade, eu me alegrei em todo o meu trabalho. Essa foi a recompensa de todo o meu esforço" (2:10).

O que aconteceria se nós conseguíssemos desfrutar de cada momento sem esperar que ele nos proporcionasse alguma felicidade futura? Nós conseguiríamos desfrutar o momento sem desperdiçá-lo. E isso faria alguma diferença? Sim, toda a diferença se pretendermos vencer o utilitarismo.

Viver o enquanto é uma atitude que nos devolve à vida. Quando você assiste a um filme, seu prazer está no filme, não depois do filme. Quando você está com fome, seu prazer dura enquanto você está comendo. Depois de se alimentar, não há mais prazer na comida. A roda de amigos, cheia de risadas e camaradagem, é prazerosa enquanto dura a roda. Depois que cada um toma seu rumo, o efeito das risadas se dissipa, e se instala a saudade, que para alguns é um tipo de prazer e felicidade. Quando você dá um abraço apertado no seu filho, aquela sensação de pertencimento deve ser desfrutada enquanto você o está abraçando. Viva sua porção de felicidade enquanto estiver fazendo alguma coisa: ficar esperando uma gratificação posterior é ilusão, é correr atrás do vento.

Viver o enquanto é "a arte de presentificar a vida". Fazendo assim, você volta para a vida, você a vive na hora certa, e vai se alegrar com seu trabalho, porque isso vem da mão de Deus.

***

Trecho extraído do livro: O livro mais mal-humorado da Bíblia, de Ed René Kivitz, capítulo 2, páginas 49 e 50. 

Se você deseja ouvir a pregação Vencendo o Utilitarismo que é o capítulo 2 inteiro do livro, clique na janelinha abaixo e seja abençoado. 






Adquira o livro, tenho certeza que você será recompensado pelas prazerosas páginas de leitura. 

16 setembro, 2011

Carta de um Apóstolo ao seu Bispo - Caio Fábio [irony mode on]






Paulinho, apóstolo pela unção do mover dos últimos dias, líder na prosperidade e na conquista, a Timmy, verdadeiro filho na obediência a tudo o que digo, e que nada tem a dizer em contrário, pois sabe que Deus fere a quem mexe com um ungido do Senhor — fé e obstinação neste ano de Elias e de Gideão, conforme a fé de Abraão, e o poder dos 318 na Fogueira Santa de Israel. 





Quando eu estava de viagem, rumo à Disney, roguei que permanecesses ainda em São Paulo para admoestares a certas pessoas, a fim de que não ensinem outra doutrina, nem se ocupem com sites sobre a Graça, que, antes, promovem discussões do que o serviço de nossa causa.


Ora, o intuito da presente admoestação visa levar todos ao temor e ao medo, ajudando-os a abandonarem suas próprias consciências a fim de seguirem apenas a nossa.

Perdoem-me o Desgosto - Caio Fábio




Perdoem-me, irmãos, eu confesso a tão aguardada confissão de minha boca. Sim, eu confesso que não posso mais deixar de declarar a minha alma. Para mim é questão de vida ou morte. Perdoem-me, irmãos, mas eu preciso confessar.

Sim, eu confesso…

Atenção!

E responsabilidade ... Isso poderia salvar muitas vidas. É uma campanha de Natal, mas o trânsito não espera feriados ...

13 setembro, 2011

Liberte-se


Dia do Programador


Verdades e Mitos sobre Programadores
A imagem dos programadores geralmente é generalizada e incorreta. Por isso, resolvi escrever este artigo para desmistificar a imagem desse profissional 
tão valorizado
. Baseado em algumas questões de senso comum, vou dizer se é verdade ou mentira e o porquê.
Programadores só querem saber de computador.
MENTIRA. Também existem gadgets, videogames, …
Programadores não gostam de mulher (generalizei o gênero).
MENTIRA. Gostam, só não consideram essencial em 100% do tempo (como é essencial ter algum dispositivo ligado à internet).
Programadores sabem tudo de computador.
VERDADE. Mas não querem se exibir, por isso nem peçam para consertar seu computador/impressora/algo-parecido para não atrapalhar seu exercício de humildade.
Todos os programadores são viciados em café.
MENTIRA. Existem programadores que vivem sem tomar café. Viciados em café mesmo, só os bons programadores.
Programadores são pessoas sem vida social.
MENTIRA. Programadores têm muita vida social (estão cadastrados em quase todas as redes sociais). Além disso, quais os critérios para considerar alguém como pessoa
Programador não dorme.
MENTIRA. Programador dorme. Mas só na hora em que não pode.
Tem que saber programar em Linux para saber programar.
MENTIRA. A lógica na afirmação está obviamente invertida: Tem que saber programar para saber programar em Linux.
Programadores são mais inteligentes do que os demais seres.
VERDADE. Essa não vou explicar porque: 1. Se você é programador já sabe disso. 2. Se não é, não vai entender a explicação.

***

Roubei do Vida de Programador

12 setembro, 2011

Poesias para a Alma - Sebo

Por Evandro Santin

Sebo meu...
Sebo meu...
Quem lhe gosta mais que eu?!...

O sebo dos livros
impregnou nas
veias
da veia
e veio
a tirar
o sebo das costas
de tanto sebo itinerar.

Meu sebo
é meu pão
e nem que
eu caia no chão
o sebo dos meus braços
não poderão tirar.

Pois no “pau de sebo”
desta vida
continuo a trepar
para pegar
meus próximos livros.

(A amiga Anair Weirich)


****
Ps: Parabéns meu mano Evandro, que essa CNH corresponda à sua expectativa, e que Chapecó resista à mais um gaúcho em nossas ruas. 
Abraço, duda.

06 setembro, 2011

Poesias para a Alma - Verdades

Por Evandro Santin
As verdades 
são iguais às notas de cem. 
Dizem que existem, 
mas poucos as têm.


Por trás de uma 
Verdade Verdadeira 
Há sempre uma 
Mentira interesseira.


Sou o dono da verdade, 
até que me provem 
que tudo era mentira.

Saudades do que eu ainda não vi



Por Luciano Maia


Certa vez me contaram que muitos negros que eram escravizados morriam de banzo, que é um tipo de saudade tão apertada que a pessoa entra em inanição e falece. Meu irmão disse que meu pai quase morreu de banzo quando se separou da família e foi morar sozinho numa cidade muito distante, longe de todos os amigos e parentes.


Saudade é um sentimento muito dolorido, que todos já sentiram em algum momento em suas vidas. Sentimento que, se por um lado nos machuca, por outro distingue em nós as coisas e pessoas que gostamos muito e as que nem tanto. A saudade do que passou nos ensina a aproveitar o hoje, posto que o presente virará pretérito no futuro, portanto, carpe diem, para sofrer menos amanhã.

01 setembro, 2011

E eu com isso?

Não vou adicionar maiores comentários. Veja o vídeo, tire as próprias conclusões:
Anistia_Internacional por blogmni

Vida OnLine

Você já parou pra pensar no que é a sua vida online e como seria fora da web?
Esse vídeo simula justamente isso, o quão é insano as coisas feitas na web, e quanto pode ser ridículo se simplesmente repetido num ambiente real.




Segue o vídeo:


19 julho, 2011

Entendendo errado....


O sujeito entra num bar, senta-se uma mesa e logo um garçom aparece para atendê-lo.

- Boa noite, o que o senhor toma?

- Eu tomo vitamina C pela manhã, ônibus para ir ao serviço e uma aspirina quando tenho dor de cabeça.

- Desculpe, mas acho que não fui claro. Eu quis dizer o que o senhor gostaria?

- Ah! Tudo bem! Eu gostaria de ter uma Ferrari, de namorar a Feiticeira e mandar a minha sogra para o inferno.

- Não é nada disso, meu senhor! – continuou o garom, ainda calmo.

- Eu gostaria de saber o que o senhor deseja beber.

- Ah! Isso? Bem… o que que você tem?

E o garçom:

- Eu? Nada, não! Só um pouco chateado porque o meu time perdeu pro São Caetano!

As Dores do Silêncio - Rosa de Saron



Tá aí uma bela música dessa banda que manda muito bem.
Eu acho graça quando alguns crentes descobrem que eles são católicos e aí assustam, criam mitos e falam bobagem.

Boa banda, com uma excelente musicalidade e letras que expressam o viver com Deus, por vezes muito mais profundas que alguns mantras que percorrem o universo gospel.

Segue a letra pra conferir.


Abraço,


Duda.


06 julho, 2011

Rir é o melhor remédio!


Duas crianças de oito anos conversam no jardim e o menino pergunta à menina:
 

- O que vais pedir no DIA DA CRIANÇA?
 

- Eu vou pedir uma Barbie, e tu?
 

- Eu vou pedir um TAMPAX ou um OB! -responde o menino
 

- TAMPAX?! OB?! que é isso?!

05 julho, 2011

A Marcha para Jesus, a Parada Gay e os medos

A Marcha para Jesus, evento convocado por várias denominações evangélicas e que acontece anualmente em São Paulo, reuniu muita gente ontem. Os organizadores falaram em 5 milhões. É um possível exagero. A Polícia Militar, em 1 milhão, mas esse número, deixou claro, dizia respeito apenas às pessoas que se concentravam na praça Heróis da FEB, na Zona Norte da cidade, local de chegada da caminhada. O ponto principal da concentração, a partir das 10h, era a Praça da Luz. Mas havia dezenas deles espalhados no trajeto. As ruas foram tomadas por um mar de fiéis.
Cinco milhões? É muito! Um milhão? É pouco! A verdade deve andar aí pela metade da soma dos dois números (3 milhões?), o que já é algo fabuloso, sobretudo porque, à diferença de algumas concentrações festivas ou de apelo carnavalesco, esta congrega pessoas com convicções religiosas, realmente engajadas na causa. Dispensam-se os curiosos de certos eventos, que ficam parados na calçada assistindo ao desfile de alegres bizarrices.

29 junho, 2011

A insegurança em Abrão - Por Ariovaldo Ramos

Gênesis 12:1

Deus chama Abrão e lhe faz promessas:
Ora, disse o SENHOR a Abrão: Sai da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei.


Deus manda Abrão sair só, e já é a segunda vez.
A primeira vez foi em Ur, na terra dos Caldeus.

Calando a Derrota - Pr Luciano Gazola

Moisés tinha um grande desafio pela frente, tomar posse da terra prometida. Escolheu doze dos melhores. Mesmo assim dos doze dez vieram alarmados e derrotados. Contaminaram o povo com a doença velha e moderna da murmuração.
Calebe fez o povo calar.
Nessa mensagem Deus me chama atenção para um dos grandes desafios do Evangelho hoje e sempre, CALAR o povo.
Calar os derrotistas...

Calar os que confundem pessimismo com realismo.
Calar os desesperançosos.
Que Deus levante Calebes e Josues em nosso meio.

28 junho, 2011

Cofres Públicos

A vontade de Deus para nós



Um conhecido texto da palavra de Deus sob o olhar do Pr Guilherme, recebido da parte de Deus para nos abençoar.

Fique a vontade para ouvir, baixar, divulgar e comentar.


Att. Reflexão.

27 junho, 2011

A Singularidade do Cristianismo

por Abel Francelino
Quando digo cristianismo, refiro-me ao cristianismo puramente bíblico, não o conceitual humano ou de religiosidade institucional, como por exemplo classifica o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, um cristianismo misturado ou contaminado com crenças e práticas que nada tem haver com os ensinos de Cristo.


O que faz o cristianismo ser diferente de todas as demais religiões, mesmo que algumas delas ainda professem o mesmo Deus criador, o Eu Sou, O Jeová. (xintoísmo, budismo, judaísmo, islamismo, etc)? O que faz o cristianismo ser único, especial, extraordinário, distinto, notável?